patinação

Loading...

domingo, 14 de março de 2010

GRANDE ENTUSIATA PROF. SALVADOR SAMBURGO


Esta foi a reportagem deste grande entusiata da patinação, Prof. Salvador Samburgo, que em 1992 como vice-presidente da Federação Gaúcha de Patinagem deu a revista PANORAMA ESPORTIVO, uma revista gaúcha que publicou uma série de reportagens sobre a Patinação no Rio Grande do Sul e diversos outros temas pertinentes ao nosso esporte.

O que é patinação

artística de show e a competitiva


Em principio não se poderia fazer uma comparação entre a Patinação Artística Européia e Americana com a Sul America­na. Incontestáveis diferenças Educacionais, Sociais, Mentais, como de Antecedentes Históricos, onde se inclui teoria e ensinos práticos mais profundos e de maior antiguidade, que nos dão base do início a continui­dade do esporte. Pedagógica e psicolo­gicamente falando, as experiências de Patinação Artística Sobre Rodas, não pode ser expressa num sistema ou tratado cientifi­co, ou como conjunto de ações casuais.

A Patinação Artística Sobre Rodas é, e deve ser um trabalho realizado e transmiti­do gradualmente, prolongando-se no tempo.

e distância, cuja forma ou estrutura é unitária e global, cercadas de existências permanentes, facilmente identificadas. É, também, uma grande expressão dentro do "Esporte-­Arte" e Educativo. Ela é constituída e for­mada por pessoas que vivem e vivenciaram a patinagem e pelas comunidades por elas formadas.

A arte de Patinação Artística é uma realidade que deve ser assumida com consciên­cia e continuidade e, mais que nada, com espírito de fidelidade criativa e dinâmica. A conveniência social e cultural de organizar legalmente os cursos de Patinação Artística Sobre Rodas, parecem evidentes. Social­mente, trata-se de um Esporte-Arte, que já existe em nosso país a vários anos (quase 60), com tendências rápidas de expressão,. em virtude do próprio desenvolvimento do país, que repercutiu no andamento de todos os esportes e de todas as manifestações artísticas em geral.

No poderíamos continuar, sem dizer que a Patinação Artística está aprovada pelo MEC (Processo No. 16400/75), desde o ano de 1976, é igual quase que em todo mundo, como matéria profissionalizante. Cultural­mente, trata-se de uma arte antiga reunindo Esporte, Música, Dança, Teatro, Plástica, etc, num só espetáculo. É uma grande gama infinita não só de possibilidades criadoras que podem exprimir, não só o pensamento humano, mas todas as gradações da cultura de um povo, desde as mais ingênuas e espontâneas, até as mais nobres e elevadas.

Por estas e muitas razões mais, julgo oportuno completar o elenco do ensino deste esporte e das artes, regulamentando-se os ensinamentos da Patinação Artística Sobre Rodas nas escolas primárias, secundárias e universitárias. Nas Escolas e Academias de Patinação Artística e nas de Dança, as matérias especificas de música, teatro, artes plás ti­cas, etc.

No Brasil, irá precisar-se de forma cres­cente de professores de patinação artística sobre rodas, seja a nível de Entretenimento, Show ou Campeonatos, para suas ativi­dades educativas, destinadas a infância e a juventude, a fim de desenvolver a físico, cultivar o ritmo e a harmonia e, também para despertar a participação conjunta, o sentimento de solidariedade social e base de vida democrática.

Devemos considerar na Patinação Artísti­ca Sobre Rodas, situações bem diversas, assim como se fez com o ensino da Música, Dança e Teatro. Fundamentalmente, este " Esporte-Arte" pode ser ensinado como parte da educação geral e como ensino profission­al (como se está realizando em várias instituiçôes do país). Com estes princípios será possível visualizar revelações de vocação que poderiam ser incentivadas a continuar.

E a coleta de elementos, que existe nos Esportes e na Arte, com uma importância fundamental, devendo-se ser intencionalmente tentado. A Patinação Artística Sobre Rodas é a linguagem das formas, é um meio de expressão tão difícil que se presta a todas as intenções do coreógrafo, sem impor jamais nenhum esboço, nenhuma maneira de sentir.

E a dança em esta do puro, prazer refinado de uma geometria no espaço e o Ballet de Action, Comédia ou Tragédia , onde a dança

se combina com a música, a legenda, o exatismo, o humor, sem que a inspiração primordial seja tomada fora dela. E isto é o essencial, a Dança Sobre Patins de Rodas

uma Arte em si e subordiná-la a segundas intenções seria equivocar-se.

Professor Salvador Samburgo

Psicólogo e Pedagogo

Professor da Sociedade Ginástica Novo Hamburgo

29 Vice-Presidente da Federação Gaúcha de Patinagem

Professor Superior de Dança e Patinação Artística

Coreógrafo e Cenógrafo

Diretor A.P. e Dança Samburgo LTDA


Panorama Esportivo




Nenhum comentário: