patinação

Loading...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

HISTÓRICOS DA PATINAÇÃO GAÚCHA - 3ª PARTE

UM POUCO DA HISTÓRIA DA 

PATINAÇÃO GAÚCHA - 3ª PARTE

Fica aqui mais um registro dos importantes momentos da Patinação Gaúcha e Brasileira.
Após a estruturação e registro da Federação Gaúcha de Patinagem em 10 de agosto de 1973, se inicia uma nova etapa do esporte da Patinação para o Rio Grande do Sul, com a filiação da mesma junto a
"CBD" - "Confederação Brasileira de Desportos".



Comendador Torlay e a diretoria pensam em muitas promoções
OS GAÚCHOS JÁ PODEM DISPUTAR PROVAS OFICIAIS DE PATINAÇÃO
Atualmente em Porto Alegre, o Comendador Hiada Torlay, presidente do Comitê Sul-Americano de Patinagem e membro do Conselho Técnico da CBD, mostrou-se muito entusiasmado e satisfeito com a fundação da Federação Gaúcha de Patinagem que ocorreu no dia 10 de agosto deste ano e que tem na presidência Adão Job, pessoa de grande dedicação a este esporte.
Torlay, que está em Porto Alegre tratando assuntos ligados ao Campeonato Sul-Americano de Patinagem e depois irá para Montevidéu, afirmou que o Rio Grande do Sul será, a partir de agora, um forte concorrente aos demais Estados, por ter grande número de atletas e que poderão competir legalmente.   
Há dez anos que a patinação vem sendo praticada no Rio Grande do Sul, mas só agora foi fundada a Federação pelo Irmão Alexandre Durante, diretor do Colégio Chmapagnat e grande incentivador deste esporte. O Champagnat possui uma equipe (clube) de patinação denominado Tangarás que foi fundado em 16 de agosto de 1964. Mas não havia Federação, consequentemente nenhuma entidade oficializada para autorizar a sua participação em Campeonatos Brasileiros ou qualquer outra competição oficial. Agora os gaúchos poderão mostrar sua habilidade e categoria no primeiro confronto nacional, que acontecerá em Petrópolis, no Rio de Janeiro, de 30 de outubro a 4 de novembro. Neste certame estarão competindo as Federações de São Paulo, Rio de Janeiro, Guanabara, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul.
Adalaberto Dreher assumiu o cargo de primeiro vice-presidente da Federação Gaúcha de Patinagem é um dos mais entusiastas deste esporte, que vem incentivando e desenvolvendo na Sociedade Ginástica de Santa Cruz do Sul. Eugênio Gewehr é o segundo vice-presidente.
O comendador Torlay disse que atualmente sua maior preocupação é a preparação da equipe brasileira, da qual é chefe de delegação que se prepara para disputar o Campeonato Mundial de Patinação Artística, em Essen, na Alemanha, "Onde temos muitas possibilidades de ficarmos entre os três primeiros", disse Torlay.
A patinação, esporte ainda pouco conhecido no Rio Grande do Sul e que vinha fazendo apenas demonstrações ou exibições em ocasiões especiais, é disputada em três modalidades: Hóquei, Corridas e Patinação Artística.


Jornal Folha da Tarde, 06 de maio de 1975 

JORNAL FOLHA DA TARDE DE 04/08/1973

Nos dias 7 e 8 de maio de 1975, acontece o 1º Campeonato Brasileiro de Seleções na modalidade de Patinação Artística, na cidade do Rio de Janeiro, nas dependências do Clube Militar, organizado e dirigido pela "CBD", Confederação Brasileira de Desportos. A Federação Gaúcha de Patinagem se faz representar com a sua equipe constituída de sete patinadores Olga Maria de Aguiar, Mariana Rembold, Ana Cristina Reveilleau, Leandro Nogueira Dias, Ingo Hoffmann, todos do Clube de Patinadores Tangarás de Porto Alegre e Valmor Roessler e Nélcia Vianna da Associação Atlética Nossa Senhora de Medianeira, de Erechim e como técnico Alfredo Garcia Sosa,

ESTA É A EQUIPE GAÚCHA QUE PARTICIPOU DO 1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE SELEÇÕES EM MAIO DE 1975 NO CLUBE MILITAR NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - RJ

Da esquerda para Direita, Olga Aguiar, Alfredo Sosa (Técnico), Ana Reveilleau, Leandro Dias, Mariane Rembold e Ingo Hoffmann. Não estão na foto os patinadores Valmor Roesller e Nélcia Vianna.

RESULTADO DO 1º CAMPEONATO BRASILEIRO MASCULINO SÊNIOR

1º Lugar Newton Marchini- SP, 2º Lugar Ricardo Fulop- SP e 3º Lugar Leandro Dias - RS
Como este foi o primeiro Campeonato de Patinação Artística oficial no Brasil, participaram as seguintes Federações que estavam organizadas e filiadas a "CBD":
  1. Federação Paulista de Hóquei e Patinação - SP
  2. Federação de Hóquei e Patinagem do Estado do Rio de Janeiro - RJ
  3. Federação Gaúcha de Patinagem - RGS
Nesta mesma oportunidade, promovido pela Confederação Sul-americana de Patinação, através do Presidente do Comitê de Patinação Artística o senhor Hiada Torlay, após três anos de negociações, desde 1972, confirma a vinda da equipe alemã, tetracampeã mundial de patinação artística, para uma serie de apresentações em alguns paises da America do Sul. As exibições serão no mês de maio, nos países Brasil, Uruguai, Argentina.
Os alemães realizaram apresentações no Rio de Janeiro, inicialmente no dia 08/05, na cidade de Petrópolis, nos dias 09,10,11/05 no Ginásio do Clube Militar, nas mesmas datas do 1º Campeonato Brasileiro de Patinação Artística, depois seguiram para São Paulo no Ginásio do Palmeiras com apresentações nos dias 16,17 e18/05.
No dia 19/05 estaram chegando em PORTO ALEGRE -RS recepcionados pelos dirigentes da Federação Gaúcha de Patinagem. Nos dias 20,21 e 22/05 realizaram apresentações no Ginásio da Brigada Militar, juntamente com o espetáculo de patinação do Clube de Patinadores Tangarás e durante o periodo diurno realizam cursos com os patinadores Gaúchos no proprio ginásio da Brigada Militar.
No dia 23/05 partem para Buenos Aires, Argentina para uma serie de apresentações e finalmente no dia 01/06 vão para Montevideo, Uruguai para uma serie de apresentações, sendo recepcionados pelo presidente da Confederação Sul-americana e da Federação Uruguaia o Sr. Rafael Castro.

Fazem parte da equipe Alemã Tetra Campeã Mundial chefiada pelo Sr.Rolf Noess o seguintes patinadores:
Michel Obrecht - Tetra Campeão Mundial Senior, Tetra campeão europeu Senior, Bicampeão Europeu Juvenil, Campeão do Torneio "Lincoln" nos Estados Unidos em 1970, Campeão do Torneio de Barcelona na Espanha em 1971 um grande fenômino da Patinação Mundial.
Uma Observação: Lembramos que nesta época para ser considerado Campeão o patinador teria que realizar duas provas, 50% do resultado em FIGURAS OBRIGADORAS e outro 50% do resultado em LIVRE INDIVIDUAL. Não é o mesmo que o atual COMBINADO, pois não era opcional e sim OBRIGATÓRIO. O programa Masculino era de 5 minutos de duração e mais 4 Figuras Internacionais.
Elizabeth Hupel, Campeão Europeia Juvenil e grande promessa da equipe alemã.
Myrtil Haefs.
Reihard Strate e Susane Kenpfle, Dupla de Dança a quarta do Mundo.
Doris Schimidt e Reinhart Schimidt, Dupla Livre.

Foi um grande momento para a Patinação Gaúcha e Brasileira, tanto quando de nossa participação neste 1º Campeonato Brasileiro de Patinação Artística, como também por termos a oportunidade de estar ao lado destes maravilhosos Patinadores de nível Internacional, aos quais realizamos algumas apresentações e assim ficamos totalmente hipnotizados com as magnificas exibições e apresentações. Nesta ocasião tivemos ainda a oportunidade de sermos orientados por esta brilhante equipe Alemã que esteve durante este período em Porto Alegre.

PARABÉNS A TODOS QUE OPORTUNIZARAM ESTES MOMENTOS INESQUECÍVEIS.

Nenhum comentário: